A 17ª Brigada de Infantaria de Selva do Exército Brasileiro (EB) iniciou na segunda-feira (16) a terceira edição da Operação Ajuricaba. A ação objetiva intensificar a presença do Exército na faixa de fronteira e, consequentemente, inibir ações do crime organizado. O ato acontece em Rondônia e no Acre, sem data para terminar.

A Ajuricaba III é conjunta com órgãos federais e estaduais. Conta com efetivo de mais de mil militares do Exército. Tem, ainda, o apoio logístico de 60 viaturas, 13 embarcações e três aeronaves.

Na edição anterior, foram realizadas inspeções em embarcações, veículos leves e caminhões. (Foto: Reprodução/Exército Brasileiro. )

Na edição anterior, foram realizadas inspeções em embarcações, veículos leves e caminhões. (Foto: Reprodução/Exército Brasileiro. )

Na edição anterior, foram realizadas inspeções em embarcações, veículos leves e caminhões, além de patrulhas terrestres, fluviais e reconhecimento aéreo. Na operação anterior, foram apreendidos, ainda, R$ 54 mil em espécie e 400 kg de pescados que estavam sem nota fiscal.

“Estamos dispondo nossa brigada em todo esse terreno da faixa de fronteira. Ou seja, é na linha de fronteira do outro país, para dentro do estado e em até 150 quilômetros”, ressalta o Tenente Coronel Bachie.

Conforme o tenente-coronel, Ajuricaba III acontece de acordo com os dados colhidos da inteligência e não tem data específica para terminar. “Dependendo do contexto, cada operação trabalha com instituições diferentes”, concluiu.

Ajuricaba III

Conforme o Exército, nas edições anteriores foram realizadas ações de patrulhas navais, fluviais e também terrestres. Houve, ainda, inspeções em embarcações, motos, caminhões, ônibus e carros.

Com os trabalhos anteriores, também foram apreendidos maquinários, 26.500 m³ de madeira, armas e mais de sete mil munições, além de prisões em flagrante.

Comentarios

Comentarios

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here