A equipe de Patrulamento Tático Móvel (Patamo) do 8º Batalhão de Polícia Militar realizava patrulhamento na cidade de em Jaru  na noite deste sábado (07), quando em dado momento na avenida JK, próximo ao posto Falcon, avistou um suspeito conduzindo uma motocicleta Honda Fan 150 vermelha de placa NCB-5714 de Porto Velho, que ao avistar a viatura empreendeu velocidade, saindo da BR-364 pela contramão do retorno, seguindo pela rua Paraná, sem observar a sinalização de trânsito e colocando a vida dos transeuntes em risco.

O motociclista passou pelos cruzamentos e virou na rua Padre Chiquinho, seguindo pela Praça da Baixada, no Setor 03. Outras guarnições foram solicitadas para auxiliar no cerco, onde em vários momentos o conduzido colocava a mão na cintura tentando pegar algum objeto. Na rua Afonso José, esquina com a Almirante Barroso, o suspeito perdeu o controle da motocicleta devido a velocidade e o cascalho e caiu ao solo, vindo a levantar-se imediatamente  e tentar se desfazer de uma porção de substância entorpecente, aparentando se crack, jogando para longe dele, porém os PMs viram a ação e pegaram a droga.

Diante do exposto, os policiais deram voz de prisão ao jovem de 23 anos, sendo necessário o uso da algema. O acusado foi levado para o Hospital Municipal de Jaru para a realização de exame de corpo de delito, os PMs realizaram revista minuciosa no suspeito e acabaram encontrando escondida em suas partes genitálias mais uma porção de substancia entorpecente, sendo ela em pó.

Ao ser indagado sobre o motivo da fuga, o conduzido relatou aos militares que comprou a porção de entorpecente por R$ 100,00 e que iria transportar a referida droga para uma pessoa numa linha na região de Theobroma e que ganharia a quantia de R$ 150,00 para fazer esse serviço.

Os PMs receberam uma denúncia anônima que a entrega da droga foi feita no pátio de um posto, porém o denunciante não quis informar quem entregou a droga.

O conduzido, que é morador da Linha 597, na zona rural de Theobroma, foi apresentado juntamente com a motocicleta e as substâncias entorpecentes na Unisp de Jaru para os procedimentos de praxe.

Fonte: Anoticiamais

  

Comentarios

Comentarios