Um caminhoneiro que se recusou a parar em um ponto de protesto relatou que teve o caminhão atingido por três tiros na noite de terça-feira (22), na BR-472, em Itaqui, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul, conforme informações da Polícia Rodoviária Federal.

Desde o início da semana, caminhoneiros realizam protestos contra o aumento do valor do combustível. Foram feitos bloqueios de rodovias, e caminhoneiros são parados nos pontos onde acontece a concentração de motoristas.

O motorista de 48 anos, natural de Santiago, que não teve a identidade divulgada, relatou que trafegava pelo km 480 da BR-472, no sentido Uruguaiana-São Borja, quando ao passar por uma manifestação, no trevo de acesso a cidade de Itaqui, se recusou a parar.

Neste momento, ele relatou que ouviu gritos e, logo em seguida, disparos de arma de fogo. Ele disse aos policiais que saiu em disparada com destino a São Borja, e que teria sido seguido por alguns quilômetros por uma caminhonete, com três pessoas na caçamba.

O motorista do caminhão se dirigiu à unidade da PRF em São Borja para relatar o que havia acontecido, onde foi constatado que o veículo apresentava três marcas de projéteis de arma de fogo na lateral esquerda. Ninguém ficou ferido.

Uma unidade da PRF foi deslocada até a região para averiguar a situação. A ocorrência registrada pelo motorista foi encaminhada para a Polícia Civil de São Borja, que ficará responsável pela investigação.

Comentarios

Comentarios