A Polícia Civil, após perseguição cinematográfica pelas de Jaru, prendeu na tarde desta terça-feira (15) o principal suspeito de um homicídio ocorrido no último dia 29 de abril na zona rural de Governador Jorge Teixeira, que vitimou um vaqueiro e deixou um mototaxista baleado. O suspeito foi identificado como João Paulo Lacerda Coelho, 27 anos, que conduzia um veículo Honda, modelo Civic com placas NAG-1102 de Xapuri no Acre.

Segundo informações, o delegado de Jaru e dois policiais civis seguiam para uma reunião no município de Governador Jorge Teixeira quando se depararam com o veículo do suspeito, os quais já tinham um Mandado de Prisão em desfavor de João Paulo Lacerda Coelho expedido pela Comarca do Acre pelo crime de homicídio.

Ao verem o veículo do suspeito, que seguia no sentido contrário, o delegado realizou o retorno e eles começaram a seguir o Civic, sendo que ao chegarem próximo à rodovia federal, onde veículos estavam parados por causa de obras que vêm sendo realizadas pelo Dnit, os policiais civis desceram do veículo que estavam objetivando abordar João Paulo, que ao ver a aproximação dos agentes, empreendeu fuga pela BR-364 sentido ao município de Jaru.

Após o acompanhamento, o suspeito parou o seu veículo, desceu e entrou em um laboratório localizado à rua Florianópolis, mas acabou sendo localizado escondido atrás de uma geladeira na cozinha do estabelecimento.

Os policiais deram voz de prisão a João Paulo e acionaram a Polícia Militar, que conduziu o acusado à Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP) para depoimento ao delegado de plantão que já investigava o homicídio ocorrido no último dia 29, na Linha 623, em Jorge Teixeira, que teve como vítima Paulo Renam Cordeiro, 37 anos, além da tentativa de homicídio contra o mototaxista Wdson Vinci de Oliveira Santos, conhecido popularmente como Wdson do Baianinho.

Paulo Renam foi morto com três disparos feitos à queima roupa, sendo que um atingiu o rosto e dois tiros feriram mortalmente as costas do vaqueiro.

Fonte: Anoticiamais

  

Comentarios

Comentarios