Rodrigo Lasmar, médico da seleção brasileira, desembarcou na manhã desta quinta-feira em Paris na companhia de Edu Gaspar, coordenador de seleções da CBF, para avaliar de perto as situações de Daniel Alves e Neymar, ambos do Paris Saint-Germain. Eles foram direto para o CT do clube francês.

Por coincidência, a viagem para a capital francesa já estava previstapara acompanhar a reta final da recuperação de Neymar, que fraturou o quinto metatarso do pé direito há três meses. Mas, agora, se estenderá também ao caso do lateral-direito.

Os planos da CBF são de examinar pessoalmente Daniel Alves para, só então, encaminhar o diagnóstico para a comissão técnica comandada por Tite – a convocação para a Copa do Mundo será divulgada na próxima segunda-feira. Além disso, haverá uma reunião com o departamento médico do Paris Saint-Germain para estreitar as informações e evitar ruídos, como no caso da lesão de Neymar.

Rodrigo Lasmar (à esquerda) e Edu Gaspar desembarcam em Paris (Foto: Reprodução SporTV)

Rodrigo Lasmar (à esquerda) e Edu Gaspar desembarcam em Paris (Foto: Reprodução SporTV)

O lateral se lesionou na final da Copa da França, na última terça, quando o PSG derrotou o Les Herbiers por 2 a 0. Segundo nota oficial divulgada pelo PSG, o exame de imagem realizado nesta quarta mostrou ”uma alta desinserção do ligamento cruzado anterior com entorse póstero-externo”. O clube informou ainda que o jogador será reavaliado daqui a três semanas para avaliar a necessidade de cirurgia.

As opções

A lateral direita já tinha uma vaga aberta na convocação da seleção brasileira. Fagner (Corinthians), Danilo (Manchester City) e Rafinha (Bayern de Munique) disputavam o posto de reserva de Daniel Alves. Caso o titular não seja convocado, eles brigarão por duas vagas na lista de segunda-feira.

O veterano tenta disputar sua terceira Copa do Mundo. Ele esteve na África do Sul (2010) e no Brasil (2014), chegando às quartas de final e, posteriormente, à semifinal.

Comentarios

Comentarios