Nascer, viver e no Santos morrer […]”. “Até que a morte os separem”. As duas promessas envolvendo juras de amor eterno viraram apenas uma para o casal de torcedores do Santos, Antônio Andrade, o Neto, e Ariane Tosta, a Nina. O primeiro juramento, ainda na infância, muito antes de se conhecerem, foi determinante para que o segundo também entrasse em suas vidas, no último dia 14, data do aniversário de 106 anos do clube do coração. Até o Alvinegro Praiano homenageou o casal em sua conta oficial no Instagram.

– Marcamos o casamento há aproximadamente dois anos. Vimos que, justamente nesta data, cairia também o aniversário do Santos. Por isso falamos: “Tem que ser nesta data” – disse o noivo.

Neto e Nina são moradores do Parque dos Pinheiros, em Álvares Machado, cidade do Oeste Paulista, que fica a cerca de 570km da capital. Os dois se conheceram em uma balada há aproximadamente cinco anos, quando o torcedor alvinegro reparou que Nina, além da beleza, tinha uma tatuagem no ombro do time que começou a seguir quando criança, influenciado pelo padrinho.

Há cinco anos, Santos colabora com a união do casal (Foto: TV Fronteira / Reprodução)

– Minha mãe é santista, e foi ela que me incentivou a torcer para o Santos. A tatuagem representa o amor pelo time, mas também o valor de algo que passou de mãe para filha – explicou Nina, que ainda sorri ao citar que contrariou o pai, torcedor do Palmeiras.

– Quando a vi na balada, vi a tatuagem e comentei com meus amigos: “Tem que ser ela. Se não for ela, não será nenhuma”– lembrou Neto.

Santos postou foto do casal em rede social oficial do clube (Foto: Instagram / Reprodução)

Mesmo com um sentimento tão valioso em comum, a bola não rolou muito facilmente no início, pois Nina apresentou um jogo mais estudado e focado na defesa, antes de qualquer decisão que envolvesse a divisão do coração com um novo amor.

– Depois que dançamos, ficamos conversando, mas nada de muito sério. Posteriormente, foi ele que me adicionou em uma rede social, mas, apenas depois de alguns meses começamos a namorar. Ele foi persistente.

Saída da igreja lembrou a Vila Belmiro em jogos decisivos (Foto: TV Fronteira / Reprodução)

Com a confirmação do casamento, Nina começou a elaborar a próxima estratégia tática, com intuito de realizar um sonho de criança e, ainda, surpreender o companheiro de arquibancada que, em breve, se tornaria o companheiro para vida toda.

– Toda menina possui aquele sonho de ter um vestido de noiva como o de uma princesa. Eu sempre tive o sonho de ter um do Santos.

– Não foi fácil. Precisamos elaborar muito. Preferi não colocar os botões nas costas, para o símbolo aparecer inteiro, então coloquei na lateral, para ficar certinho. Mas ficou legal – disse Alessandra Rebeque, responsável pela encomenda da noiva, que ainda fez questão de pedir que a tatuagem ficasse aparente.

Na festa, não faltou champagne e a bandeira da equipe do coração (Foto: TV Fronteira / Reprodução)

Porém, um outro sonho de Nina não teve como ser atendido pelo padre da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, do bairro onde residem. A noiva tinha também o desejo de sair da igreja com o hino do Santos tocado pelos músicos, mas, por questões religiosas, o pároco não pôde dizer o terceiro sim da noite.

– Devemos tocar músicas sacras, músicas que ajudam a pessoa a vivenciar o matrimônio, que não é um ato qualquer. É uma cerimônia que se torna um sacramento, um sinal de Deus. Não que tocando essa música eles estariam longe de Deus. Mas, dentro da igreja, o teor é religioso. Deixa o hino para dentro do salão de festa – explicou o padre Edcarlos Moreira.

Símbolo no vestido deixou noivo surpreso e feliz (Foto: TV Fronteira / Reprodução)

E, de fato, foi o que aconteceu, ainda mais com a notícia da vitória na estreia do Campeonato Brasileiro, por 2 a 0, diante do Ceará, no jogo que era realizado no Pacaembu, simultaneamente ao casório. Já na saída da igreja, os noivos foram recepcionados como o time santista costuma ser recebido na Vila Belmiro. Além dos cumprimentos, os convidados soltaram fogos, em um clima que lembrava o de uma final de campeonato.

Na festa, as músicas dividiam espaço com o hino do clube responsável por mais uma alegria na vida dos noivos e, nas mãos, além da taça de champagne para comemorar o momento, a bandeira do Santos também marcou presença.

Noivo santista aprovou a homenagem da companheira ao time deles (Foto: TV Fronteira / Reprodução)

Comentarios

Comentarios

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here