O Flamengo apresentou na tarde desta segunda-feira Carlos Noval, seu novo diretor de futebol. Ao lado do presidente Eduardo Bandeira de Mello e do vice de futebol Ricardo Lomba, o dirigente deu entrevista na sala de imprensa do Ninho do Urubu. A apresentação foi do executivo, mas a pauta foi treinador. Achar um substituto para Carpegiani será a primeira missão de Noval, que espera definir o nome do novo técnico até o fim desta semana.

– Não podemos esperar muito, temos esse deadline, pelo menos até o fim da semana temos que ter o nome definido… Há todas as possibilidades, pode vir alguém de fora ou ser o Maurício Barbieri (auxiliar). Estamos avaliando, nada fechado ainda. É só tempo para a gente fazer a construção – disse Noval, que se disse confiante e preparado para o desafio.

– Queria agradecer a confiança da diretoria. Estou honrado e preparado para desenvolver esse processo. É construtivo, estamos juntos e estou aqui para dar continuidade ao que o Rodrigo (Caetano) implementou. Tivemos esse processo na base durante anos, o que me levou realmente a aceitar o desafio é que acredito nesse processo continuado que implementou há alguns anos. O que temos na base temos no profissional. É dar continuidade ao processo. Me sinto totalmente confiante para gerir esse processo – disse Noval.

O presidente Eduardo Bandeira abriu a apresentação e demonstrou entusiasmo com o novo diretor. O dirigente também exaltou seu “homem de confiança” Ricardo Lomba. O vice de futebol saiu fortalecido após a demissão de Rodrigo Caetano, apesar de suas declarações sobre a falta de empenho não terem caído bem dentro do elenco.

– Eu já disse que não tem nada mais importante num clube que o trabalho de base. E por isso entregamos o futebol para alguém da competência do Noval. Preparação de primeira, história no futebol, resultados, querido por nós e pelos atletas. Vai nos ajudar a conduzir o Flamengo num caminho de vitórias. Tudo que pensem em perguntar sobre treinadores vai passar por ele. Vai comandar a área sob supervisão do Lomba, meu homem de confiança dentro do departamento – disse Bandeira.

Ricardo Lomba, Eduardo Bandeira de Mello e Carlos Noval (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Responsável pelas categorias de base nos últimos anos, Noval terá seu primeiro desafio no futebol profissional. Ele chegou ao Flamengo em 2010, ainda na gestão de Patrícia Amorim, e tem como principais conquistas o tricampeonato da Copinha (2011, 2016 e 2018), além da revelação de alguns garotos, como Vinicius Junior e Llucas Paquetá.

Outros trechos da apresentação

Perfil do novo treinador

Mas vai ter que se adequar à filosofia que o Flamengo tem. Se tem mais experiência ou é mais novo, o importante é se adequar. Estamos estudando e vamos resolver com calma

Diferença da base para o profissional

Eu lidava com muitos meninos, pais, empresários. A grande diferença seja o valor que ganham, mas no pessoal o tratamento vai ser igual. Vou tratar Guerrero, Diego, assim como tratava os meninos na base. Sempre transparente

Elogios ao elenco

O elenco do Flamengo é o que está aí. Extremamente qualificado. Lógico, com algumas carências que temos que ir ao mercado, mas não vejo o Flamengo atrás de ninguém. Não vejo diferença gritante para outro clube.

Maurício Barbieri

O Mauricio Barbieri é extremamente qualificado, tem um perfil que gosto muito. Há quatro anos eu quis trazer para o Flamengo, estava no Audax, mas estava indo para o profissional. Está sendo avaliado.

Comentarios

Comentarios