Entretenimento

    by -
    0 2

    Uma boa iluminação faz toda a diferença na hora de decorar qualquer ambiente. Por isso é preciso dar uma atenção especial para esse pequeno detalhe, que há tempos deixou de ser coadjuvante e passou a ganhar uma enorme importância.

     

    Atualmente os pendentes são os mais desejados no momento de dar aquele up na decoração! E existe para todos os gostos, e bolsos. Desde pendentes de cobre, que são os queridinhos do momento, até os mais clássicos. Além de bonitos, os pendentes podem ser usados em qualquer ambiente da casa.

    Por isso, o ZAP em Casa junto com o Pinterest, separou alguns ambientes com pendentes na decoração para você se inspirar.

    pendentes na decoração
    pendentes na decoração
    pendentes na decoração
    pendentes na decoração
    pendentes na decoração
    pendentes na decoração
    pendentes na decoração
    pendentes na decoração
    pendentes na decoração

      by -
      0 14
      CREATOR: gd-jpeg v1.0 (using IJG JPEG v62), quality = 80
      O bom trabalho à frente das previsões do tempo rendeu uma nova promoção a Maju Coutinho: dia 10 ela estreará na bancada do Jornal Hoje.
      A Globo disse ao E+ que ela foi incluída no rodízio de plantonistas do telejornal vespertino, do qual já fazem parte César Tralli, Zileide Silva, Renata Capucci e Fábio William.

      Maju vinha fazendo testes e gravando pilotos desde fevereiro deste ano.
      Sandra Annenberg e Evaristo Costa, titulares do telejornal, são plantonistas do Jornal Nacional.
      Maju caiu nas graças do público e de seus chefes na Globo por mudar a maneira de abordar a meteorologia no SP2 e no Jornal Nacional, substituindo os termos técnicos por explicações mais compreensíveis. Além disso, foi alçada a ícone fashion.

        by -
        0 12

        O nosso cérebro pode ser afetado pela pobreza?

        Crianças que vivem em condições menos favorecidas apresentam, em geral, pior desempenho na escola.

        A explicação pode estar na má alimentação, em situações de estresse no ambiente familiar ou na falta de atenção que recebem dos pais, entre outros fatores.

        Um número cada vez maior de cientistas sugere, no entanto, que pode haver algo mais. Será que a pobreza pode mudar a nossa forma de pensar?

        A BBC discutiu o tema a partir de quatro perspectivas com diferentes especialistas.

        1. Sobrecarga mental

        “Peça a um grupo de pessoas que memorize uma série de sete dígitos. Conseguem se lembrar da sequência 7, 4, 2, 6, 2, 4, 9?”, propõe Eldar Shafir, professor de ciência comportamental e políticas públicas da Universidade de Princeton, nos Estados Unidos.

        “Enquanto você guarda os números em sua memória de curto prazo, tentando não esquecer, sua mente está literalmente cheia. Você tem menos espaço cognitivo para outras coisas”, explica.

        Grande parte do trabalho desenvolvido por Shafir sugere que viver em situação de pobreza, tendo que fazer malabarismo com os poucos recursos que se tem e constantemente preocupado em como pagar as contas no fim do mês, tem efeito semelhante a guardar sete dígitos na cabeça o tempo todo.

        “Isso faz com que você se esqueça de outras coisas, você fica com uma atenção limitada”, explica.

        Para provar a ligação direta entre a pobreza e o funcionamento do cérebro, o professor realizou vários experimentos.

        Em um deles, disse tanto a pessoas menos favorecidas quanto em boa situação de vida o que teriam que fazer para consertar o carro.

        A alguns informou que o reparo custaria US$ 150 e a outros que ultrapassaria US$ 1.500, independentemente do status social.

        Em seguida, os submeteu a uma série de testes cognitivos.

        Ao analisar os resultados, Shafir observou que os ricos tiveram desempenho semelhante, independentemente do valor que tiveram que pagar.

        Já os mais pobres tiveram melhor desempenho quando a conta era menor.

        A diferença chegou a ser de 12 ou 13 pontos de quociente de inteligência (QI).

        “É um número muito significativo, que pode fazer a diferença entre estar dentro da média ou ser superdotado, por exemplo”.

        O experimento de Shafir sugere que a inteligência pode ser afetada a curto prazo pela pobreza.

        Mas podemos dizer que a pobreza provoca alterações cerebrais a longo prazo?

        2. Mal funcionamento geral

        “Adoro interagir com pessoas mais velhas”, diz à BBC Adina Zeki al Hazzuri, professora da Universidade de Miami que investiga o impacto da sociedade sobre a nossa saúde.

        Hazzuri pesquisa o envelhecimento cerebral. Ela acaba de concluir um estudo de acompanhamento de 3.500 adultos que tinham entre 18 e 30 anos em 1985.

        Por duas décadas, os participantes da pesquisa informaram suas rendas.

        3. Freio ao desenvolvimento

        E o cérebro das crianças?

        “Corta o coração ver o impacto que a pobreza tem em uma criança”, lamenta Katie McLaughlin, professora de psicologia na Universidade de Washington.

        McLaughlin é especialista no estudo de crianças em seus primeiros anos de vida, quando o cérebro apresenta um desenvolvimento maior.

        Ela concentrou parte de seu trabalho em orfanatos na Romênia, onde a situação das crianças era devastadora.

        “Se pudermos entender como essa forma extrema de pobreza afeta o desenvolvimento do cérebro, talvez possamos aprender algo sobre o que acontece no cérebro de crianças que crescem na pobreza”, diz.

        Em sua pesquisa, McLaughlin observou como os cérebros de crianças que vivem em condições de vida precária são debilitados, especialmente em áreas que processam a linguagem complexa.

        “Os circuitos neurais e as conexões projetadas para processar a informação, se não forem utilizados, desaparecem”, explica. “Se isso acontecer de forma contínua e em larga escala, contribui para um estreitamento do córtex”.

        Falta de nutrientes pode impactar funcionamento do cérebro em pessoas mais pobres (Foto: CDC/ Mary Anne Fenley)Falta de nutrientes pode impactar funcionamento do cérebro em pessoas mais pobres (Foto: CDC/ Mary Anne Fenley)

        Falta de nutrientes pode impactar funcionamento do cérebro em pessoas mais pobres (Foto: CDC/ Mary Anne Fenley)

        McLaughlin acrescenta que o enfraquecimento da massa cinzenta externa do cérebro de crianças de orfanatos da Romênia também foi observado em crianças de áreas pobres dos Estados Unidos.

        A pesquisadora acredita que os cérebros das crianças romenas foram prejudicados por não receberem estímulos suficientes – talvez não se tenha conversado ou brincado com elas o bastante.

        E, de certa forma, ela afirma que o mesmo deve ter acontecido com os jovens americanos em bolsões de pobreza.

        A especialista reconhece, no entanto, que não há como garantir com certeza que haja uma relação de causa-efeito entre a pobreza e a deterioração do cérebro.

        4. Existe uma evidência clara?

        “Acho que há cada vez mais evidências para estabelecer a relação entre pobreza e mudanças cerebrais, mas é um campo de estudo relativamente recente “, diz Charles Nelson, professor de pediatria e neurociência da Universidade de Harvard.

        Mas alguém já demonstrou que a pobreza causa mudanças no cérebro das pessoas, ou simplesmente se associa a pobreza a essas mudanças?

        “O simples fato de não ganhar uma certa quantia de dinheiro não causa nada”, diz Nelson. “É o que está relacionado à ausência de uma certa quantidade de dinheiro que parece causar (danos). Por exemplo, a falta de comida ou o fato de não ter acesso a um bom sistema de saúde ou o estresse elevado na família que pode levar à falta de cuidados”.

        Não há dúvida de que está crescendo o interesse da ciência em decifrar a relação entre a pobreza e o cérebro, mas já sabíamos que a pobreza é ruim para a nossa saúde. Qual seria então a novidade?

        “As ferramentas (de pesquisa) estão mais sofisticadas e nos permitem avaliar o cérebro, algo que não se podia fazer há 10 anos”, diz Nelson.

        E mesmo que as conclusões sejam parecidas ao que notávamos empiricamente, o estudo é válido para chamar a atenção ao tema.

        “A bonitas imagens do cérebro parecem ter mais impacto do que imagens de crianças famintas. Acho que as pessoas estão vendo que há um preço biológico a ser pago por crescer na pobreza”, conclui Nelson.

        Para finalizar, você lembra da sequência de sete dígitos?

          by -
          0 29
          William Bonner se afastou do “Jornal Nacional” há cerca de uma semana, quando foi substituído pelo jornalista Heraldo Pereira, e causou burburinho na internet, já que ele não está em período de férias. No entanto, o motivo da ausência é um problema de saúde.

          De acordo com informações do jornalista Maurício Stycer, do UOL, uma forte gripe teria tirado William Bonner do noticiário. A Globo confirmou ao repórter a informação e foi além. Segundo a emissora, a fim de preservar a saúde do comunicador, ele ficará afastado das funções até que melhore.

            by -
            0 29

            Eliana, de 43 anos, está grávida pela segunda vez. No entanto, a gestação é de risco desde que ela sofreu um descolamento de placenta. A ordem médica é para que a apresentadora se mantenha em repouso absoluto para preservar a saúde do bebê.

            Para falar sobre o caso, ela fez um desabafo no Instagram na noite de domingo (28).

            “Sigo internada para cuidar da minha pequena. Foram tantas mensagens esta semana de amigos queridos da TV, amigos de uma vida, familiares, flores, santinhas, recados de mães que passaram e passam pelo o que eu estou passando, meus fãs amados que me acompanham há anos, que mesmo em dificuldades só preciso agradecer imensamente a vcs e a Deus. Que esta verdadeira corrente de amor se estenda para todos que rezam e torcem por mim e minha filha Manuela . Obrigada, obrigada, obrigada”, escreveu.

            À revista Claudia, a apresentadora já havia comentado que enfrentava problemas com a gestação. No primeiro trimestre, ela chegou a ser submetida a um procedimento cirúrgico para assegurar o desenvolvimento do segundo filho.

              by -
              0 9
              Handmade Software, Inc. Image Alchemy v1.12.2

              Um avião que pertenceu ao músico Elvis Presley foi leiloado neste fim de semana, na Califórnia, Estados Unidos, e vendido por US$ 430 mil (aproximadamente R$ 1,4 milhão). Segundo a GWS Auctions Inc, responsável pelo leilão, o interior do jato foi personalizado pelo músico, que faleceu em 16 de agosto de 1977.

              Tanto o nome do comprador quanto os planos dele quanto à aquisição não foram divulgados pela GWS. Antes de ser vendida, a aeronave estava abandonada em uma pista em Roswell, no Novo México, havia 35 anos.

              Além do avião de Presley, outros itens de celebridades foram leiloados no evento.

                by -
                0 39

                Levado às pressas ao hospital nesta segunda-feira após sentir dores abdominais, Marcelo Rezende segue no Albert Einstein, em São Paulo. Sua internação é confirmada pela assessoria da instituição, que, no entanto, não divulga informações sobre o quadro do jornalista, apresentador do Cidade Alerta, da Record. Procurada, a emissora por sua vez não informa o estado de saúde de Rezende, que está em uma semana de folga e, de qualquer maneira, seria substituído na TV nesses dias. O programa jornalístico foi apresentado nesta segunda por Luiz Bacci.

                Nas redes sociais, o jornalista se limitou a publicar uma foto sua em casa. Na imagem, ele aparece todo vestido de branco, ao lado de uma legenda que fala em “mal”, em “vitória”, “fé” e “Deus”. “AMOR, OBEDIÊNCIA, DISCIPLINA – isso é FÉ, que tenho na hora das vitórias e quando o mal sobrevém. Quem nos guarda é DEUS.🙏❤️”, escreveu o jornalista, em publicação feita no início da manhã desta terça-feira.

                Nesta segunda-feira, Marcelo Rezende foi socorrido pelo amigo e vizinho Geraldo Luís. Levado ao Einstein, passou por uma série de exames, mas nenhum diagnóstico foi divulgado.

                 

                  by -
                  0 24

                  Parece novela mexicana. Mas é a vida real de uma estrela de novela venezuelana. A atriz Gabriela Spanic, intérprete das gêmeas Paola e Paulina em A Usurpadora, folhetim já bem conhecido do público do Brasil, onde o SBT já o exibiu sete generosas vezes, foi envenenada por uma assistente em 2010, e quase morreu intoxicada com cloreto de amônia. A atriz relembrou o episódio, que envolveu o filho, então com 1 ano de idade e também envenenado pela assistente, em entrevista ao Programa do Porchat, da Record, nesta segunda-feira.

                  “Ela envenenou minha mãe, minha irmã e até meu filho, que tinha um ano e meio. Ela usou cloreto de amônia, que é um produto que se vende em agropecuária para fertilizar plantas, dissecar animais e até para revelar fotos. Colocou não só na minha comida, mas na de todos”, contou. “Suspeita-se que isso aconteceu durante seis meses. Estou viva por um milagre.”

                  A atriz só descobriu que estava sendo vítima de intoxicação depois de se submeter a diversos exames, por não se sentir bem. O índice de concentração de amônia no sangue de Gaby estava muito elevado. “Segundo as estatísticas, no mundo inteiro, 15% da população tem uma doença psicológica. Ninguém sabe por que alguém faz isso. Às vezes, você acha que uma pessoa parece boa, mas na verdade é uma psicopata. E você nem se dá conta”, disse, procurando definir a ex-assistente, que chegou a ser presa por dois anos e recebeu ajuda de uma outra artista para deixar a prisão. “Nem pronuncio o nome dela. Eu peço a Deus que nunca a encontre na rua.”

                   

                  Em outro momento do programa, bem mais leve, a cantora Claudia Leitte imitou a dublagem da atriz no Brasil, com uma piadinha capciosa:

                   

                    by -
                    0 23
                    O ex-diretor da Globo José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, comentou o atual cenário da TV brasileira em entrevista à Veja divulgada no último fim de semana. Um dos destaques da conversa é a crítica que o empresário fez à apresentadora Xuxa, atualmente no comando o reality show Dancing Brasil, na Record TV.

                    Segundo Boni, Xuxa foi mal conduzida nos últimos anos. Considerada a Rainha dos Baixinhos por diversas gerações, ela é comparada ao jogador de futebol Ronaldo e ao humorista Renato Aragão pelo diretor. Ele afirma que os artistas devem se reinventar: “Se ela tinha dificuldade em fazer sucesso na Globo, quanto mais na Record”, disparou.
                    Xuxa, que em um show no fim de semana abandonou o palco após um vídeo de seu pai ser exibido no telão, trabalhou com Boni nas décadas de 1980 e 1990. Ele era vice-presidente de operações da Globo quando a apresentadora comandou programas líderes de audiência como Xou da Xuxa, Xuxa Park e Planeta Xuxa. Em 2012, a apresentadora saiu do ar na emissora. Com a Record, assinou contrato em 2015, quando estreou o programa Xuxa Meneghel, que, sem sucesso de audiência, ficou no ar até dezembro de 2016.
                    Ainda na entrevista, Boni falou sobre política. Disse que o atual prefeito de São Paulo, João Dória, deve terminar seu mandato para só depois pensar em se candidatar à presidência. Boni ainda negou a alcunha de “golpista” dada à Rede Globo na ocasião do impeachment de Dilma Roussef. “O que aconteceu com Dilma foi uma manobra necessária, porque ela estava metendo os pés pelas mãos”, opinou.
                    Boni não deixou de dar sua opinião sobre a atual programação televisiva no Brasil. Ele afirma que o modelo de produção da telenovela está ultrapassado: “Perdemos público para as séries porque insistimos na mesma linguagem. Aqui as novelas eram longas por uma questão de custo, quanto mais capítulos, mais barato. Esse modelo está obsoleto, temos que roteirizar as novelas”, completa.

                      by -
                      0 83

                      Karina Bacchi é só alegria com a sua gravidez. Em foto publicada nessa segunda-feira (24), a musa apareceu com o barrigão de 23 semanas à mostra, radiante, iluminada pelo sol que entrava na janela do quarto. Uma palavra resumiu o seu estado de espírito: “gratidão”, escreveu na legenda.

                      “Divando”, disse um seguidor. “Barriguinha bem feita, até dá vontade de dar muitos beijinhos”, falou outro. “Cada dia que passa vc fica mais bonita. A barriguinha cresce a todo vapor”, disse uma terceira admiradora. Os seguidores não se cansam de vê-la feliz. Nós, também.

                      ULTIMOS POSTES

                      0 20
                      Foi apreendido pela Policia Militar de Jaru na manhã desta quarta feira(28), um grupo de adolescentes que são os principais suspeitos de estarem praticando...