Um repórter da Rede Amazônica, afiliada da TV Globo, foi atingido por uma viatura da Polícia Militar (PM) enquanto fazia uma transmissão ao vivo para o Jornal de Rondônia 1ª edição, nesta terça-feira (6). Nas imagens é possível ver o veículo policial dando marcha à ré e atingindo as costas do jornalista, em Jaru (RO), a 300 quilômetros de Porto Velho.

Rinaldo Moreira, que também é repórter do G1, estava ao vivo perto de um banco explicando sobre um idoso que foi detido tentando renovar uma carteira de habilitação falsa em Jaru.

Repórter foi atropelado por uma viatura da PM (Foto: Reprodução Rede Amazônica)
Repórter foi atropelado por uma viatura da PM (Foto: Reprodução Rede Amazônica)

Enquanto narrava o fato para a apresentadora Gabriela Cabral, uma viatura da PM se aproximou, engatou marcha à ré e atingiu o repórter pelas costas. Por causa do acidente, a transmissão ao vivo foi cortada imediatamente.

Minutos depois, a apresentadora Gabriela Cabral chamou novamente o repórter Rinaldo Moreira e ele explicou que o acidente foi apenas um susto e que faz parte da profissão de jornalista. Ele não se feriu.

Segundo o jornalista Rinaldo Moreira, dois policiais estavam na viatura policial, sendo um deles o comandante do Batalhão da PM em Jaru. “Eu tinha saído da rua pra evitar que isto acontecesse. Depois do acidente o comandante desceu, me pediu desculpa e viu se estava tudo bem”, disse.

Comentarios

Comentarios

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here