Justiça decreta prisão de trio suspeito de incendiar ônibus e caminhão em Porto Velho

Segundo a Polícia Civil, pedido foi feito na noite do último sábado (12). Supostos executores de ataques estão foragidos.

A Justiça decretou, por volta das 19h de sábado (12), a prisão de três pessoas supostamente envolvidas em incêndios a um ônibus do transporte coletivo de Porto Velho e a um caminhão da prefeitura da cidade. A informação oficial foi repassada pela Polícia Civil neste domingo (13). Os ataques ocorreram na última semana. O trio está foragido.

De acordo com a corporação, os três são suspeitos de executarem os crimes a mando de presidiários. A Polícia Civil afirmou que os ataques começaram após terem sido retirados os televisores de dentro das penitenciárias, além de outras regalias serem suspensas.

As penitenciárias onde ocorreram as exigências são Jorge Thiago Afonso, o 603, e Milton Soares de Carvalho, o 470.

Exigências ocorrem dentro da penitenciária Estadual Milton Soares de Carvalho, em Porto Velho, segundo a Polícia Civil.  — Foto: Hosana Morais/G1/Arquivo
Exigências ocorrem dentro da penitenciária Estadual Milton Soares de Carvalho, em Porto Velho, segundo a Polícia Civil. — Foto: Hosana Morais/G1/Arquivo

“Sexta-feira (11) ocorreu um problema sério, que as facções impediram que fosse levado preso à audiência de custódia. Em contrapartida, o juiz proibiu as visitações. Então esses crimes de ataques estão sim relacionados aos problemas dentro dos presídios”, confirmou um porta-voz da Polícia Civil.

Ainda de acordo com a polícia, os supostos executores dos incêndios estão foragidos. Todos possuem passagem pela polícia e são membros da facção mandante dos ataques.

Além do transporte e do veículo municipal, a polícia disse que estuda se o caso de dois caminhões queimados em Ariquemes também na última semana tem alguma relação com os ataques na capital.

Entenda os casos

  • Ônibus do transporte coletivo

9 de outubro – um ônibus do transporte coletivo foi incendiado durante a noite próximo a ponte do rio Madeira. Os autores do ataque deixaram um bilhete com reclamações sobre o sistema penitenciário. As informações foram confirmadas à Rede Amazônica pelo secretário municipal de trânsito Nilton Kisner.

Ônibus foi incendiado em Porto Velho  — Foto: Iule Vargas/ Rede Amazônica
Ônibus foi incendiado em Porto Velho — Foto: Iule Vargas/ Rede Amazônica

Conforme Kisner, em determinado ponto da linha Vila Dnit, motorista, cobrador e passageiros foram obrigados a descer do veículo. Em seguida, homens atearam fogo no ônibus.

Com medo de novos ataques, a empresa responsável pelo serviço determinou o recolhimento dos coletivos à garagem, o que resultou em dificuldades para algumas pessoas voltarem para casa. O ônibus queimado foi substituído e o serviço normalizado no dia seguinte.

Bilhete deixado onde o ônibus foi incendiado em Porto Velho  — Foto: Divulgação
Bilhete deixado onde o ônibus foi incendiado em Porto Velho — Foto: Divulgação

  • Caminhões em Ariquemes

Entre 9 e 10 de outubro – Em paralelo ao ataque em Porto Velho, dois caminhões foram incendiados em Ariquemes (RO), no Vale do Jamari. No primeiro caso, o fogo foi controlado pela equipe do Corpo de Bombeiros. Os suspeitos de terem ateado fogo fugiram em bicicletas.

Caminhão é incendiado em Ariquemes — Foto: Jefferson Sanches/190 Urgente
Caminhão é incendiado em Ariquemes — Foto: Jefferson Sanches/190 Urgente

O primeiro incêndio teve início por volta das 23h na rua Lírio, Setor 4. Quando os policiais chegaram ao local, uma equipe dos Bombeiros estavam controlando o fogo. Moradores disseram aos policiais que dois suspeitos haviam ateado fogo no caminhão e fugiram em bicicletas sentido o Apoio Social. Um deles caiu e abandonou a bicicleta, chinelo e camiseta, que foram recolhidos pela PM.

O segundo incêndio a caminhão na cidade foi registrado durante a madrugada em um caminhão que estava estacionado na Rua Tulipa, no Jardim Primavera.

Princípio de incêndio foi registrado no bairro Jardim Primavera — Foto: Jefferson Sanches/190 Urgente
Princípio de incêndio foi registrado no bairro Jardim Primavera — Foto: Jefferson Sanches/190 Urgente

Segundo informações do proprietário do caminhão, ele estava dormindo quando ouviu um barulho. Ao sair para ver o que estava acontecendo, percebeu o princípio de incêndio na cabine do veículo, e rapidamente conseguiu controlar o fogo.

  • Caminhão da Emdur

11 de outubro – Um caminhão da Prefeitura de Porto Velho foi incendiado no conjunto residencial Orgulho do Madeira, na Zona Leste da capital Porto Velho. Ninguém ficou ferido.

Caminhão da prefeitura foi incendiado, no conjunto residencial Orgulho do Madeira, em Porto Velho.  — Foto: Iule Vargas/ Rede Amazônica
Caminhão da prefeitura foi incendiado, no conjunto residencial Orgulho do Madeira, em Porto Velho. — Foto: Iule Vargas/ Rede Amazônica

Conforme apurado pela Rede Amazônica, funcionários da Empresa de Desenvolvimento Urbano de Porto Velho (Emdur) estavam no local fazendo a manutenção na rede de iluminação, quando homens armados chegaram e pediram que eles descessem do caminhão. Na sequência os suspeitos atearam fogo no veículo.

Em nota, o prefeito Hildon Chaves disse que é “inadmissível nossa equipe da prefeitura estar trabalhando altas horas da noite, e pessoas sem compromisso nenhum com nossa capital, fazer esse verdadeiro vandalismo”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here